Home > Notícias > Gilmar da Silva é o novo presidente da Amzop

Gilmar da Silva é o novo presidente da Amzop

Prefeito de Ametista do Sul comandará a maior associação de municípios do Estado
Na tarde da última sexta 25, os prefeitos integrantes da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), participaram na sede da entidade em Seberi, da Assembleia Geral Ordinária, com prestação de contas da gestão 2018 e eleição e posse da nova diretoria.

Por aclamação, os gestores aprovaram a indicação feita pelos prefeitos do PDT elegendo Gilmar da Silva, prefeito de Ametista do Sul, como novo presidente. O jovem gestor, que está em seu segundo mandato como prefeito no município conhecido pelas pedras preciosas, terá o desafio de comandar os rumos da instituição no exercício de 2019, sucedendo o prefeito de Liberato Salzano, Gilson de Carli.


O novo presidente agradeceu a confiança dos demais colegas e salientou que este é um grande desafio, justamente pela representatividade que tem a Amzop. “Queremos dar continuidade a este trabalho em defesa dos nossos pequenos municípios, sempre pensando no desenvolvimento e no crescimento regional”, destaca Gilmar. Como primeiro vice-presidente assume o prefeito de Seberi, Cleiton Bonadiman.


O presidente da Famurs, prefeito de Garibaldi, Antonio Cetolin, esteve presente na assembleia e manteve audiência com os gestores da região tratando sobre temas de interesse dos municípios. O presidente do Grupo Creluz, Elemar Battisti, explanou aos presentes sobre mudanças na tarifação da energia para a área rural regulamentada através de decreto do governo Temer.


Nova diretoria da Amzop


Presidente: Gilmar da Silva (PDT)
Primeiro-vice-presidente: Cleiton Bonadiman (PMDB)
Segundo-vice-presidente: Antonio Vilson Bernardi (PP)
Primeiro-secretário: Leonir Koche (PSDB)
Segundo-secretário: Gerri Sawaris (PT)
Tesoureiro: Adenilson Della Paschoa (PSB)
Conselho Fiscal (titulares): Daniel Thalheimer (PMDB), José Arno Ferrari (PP) e Denis Bridi (PT).
Conselho Fiscal (suplentes): Caetano Albarello (PDT), Carlos Bueno (PSB) e Edinaldo Rossetto (PP).

Assessoria Amzop.