Home > Câmara de Vereadores de Constantina > DR. BETO DESTACA EMENDAS DO DEPUTADO OSMAR TERRA

DR. BETO DESTACA EMENDAS DO DEPUTADO OSMAR TERRA

Ao usar da tribuna na sessão do dia 19 de novembro, o presidente da Casa Legislativa, o vereador João Alberto Maffessoni, destacou o grande evento realizado no último final de semana em comemoração aos 58 anos de atividades da Sociedade Recreativa Cultural Comercial de Constantina, o qual foi fundado em 17 de novembro de 1960.

Dr. Beto comentou a história do Clube Comercial, do qual foi vice-presidente, sendo sócio benemérito e sempre esteve colaborando nas campanhas realizadas pelo Clube. O vereador parabenizou a direção do Clube Comercial pela organização do evento, que na oportunidade homenageou todos os atletas que foram campeões nesses 58 anos de Clube, e da mesma forma os ex-presidentes, ex-vice presidentes, e membros da diretoria do Clube Comercial.

O vereador falou das perdas dolorosas dos últimos dias, pelo passamento de várias pessoas queridas da comunidade constantinense, e deixou seu voto de pesar as famílias de Clementina Delatorre Giacomini, Dari Gheler, Olga Brancher Zatti, Catarina Rossetto Braga, Selvino Cenci, e Leonel Rodrigues Barbosa. Também lamentou o falecimento de um grande amigo o Dr. Alencar Gessi Bergoli, que é irmão do Dr. Glicério que trabalhou em Constantina.

Dr. Beto destacou o Programa Mais Médicos, o qual oportunizou que os profissionais fossem alocados em pequenas comunidades distantes, onde dificilmente os médicos gostariam de atuar, ou aceitariam atuar. Falou que esse programa veio a somar na questão de prevenção, e relatou que em momento algum o atual presidente do País, Michel Temer, falou em acabar com esse programa. Lamentou o fato de ações intempestivas do futuro presidente e ações de represália de atuais representantes cubanos, terem gerado esse impasse, na sua opinião “Se existe um programa em andamento, e esse programa prevê, o mesmo deve ser obedecido, deve continuar a ser mantido” relatou o vereador João Alberto Maffessoni que entende a maneira de pensar dos profissionais cubanos, que na grande maioria não se sentem explorados pelo governo cubano.

O vereador contou da época em que fez o alistamento militar, que em virtude de ter sido aprovado no vestibular ganhou adiamento do serviço militar. Sendo que após concluir a faculdade se apresentou ao quartel em Porto Alegre para saber se seria dispensado ou não. Caso optasse por ficar, o mesmo seria remunerado como 3º Tenente ficando por 2 anos a disposição do Exército Brasileiro. Dr. Beto citou essa sua história para exemplificar o que pode ser feito com as universidades públicas no Brasil, onde os estudantes deveriam cumprir 2 anos de pós formado, recebendo uma justa remuneração destinada pela União ou Estado, dependendo da instituição de ensino em que obteve o diploma, desta forma atendendo a necessidade de profissionais em várias áreas da saúde em locais distantes ou de difícil acesso. Sendo assim, também poderia oportunizar um maior número de estudantes carentes nas universidades públicas, pois aquele que tem condição financeira de pagar pela sua formação, daria prioridade para uma universidade privada.

O vereador comentou a respeito do Projeto de Lei nº 79/2018, que trata da abertura de crédito no valor de R$ 50.000,00 para a reforma do Centro Cultural. Dr. Beto destacou o empenho do Deputado Osmar Terra (MDB), o qual conseguiu uma emenda no valor de R$ 292.500,00 para a reforma do Centro Cultural, sendo também que o Deputado beneficiou Constantina na aquisição de um novo veículo (VAN) para a APAE, e na destinação de R$ 200.000,00 para a AHCROS, totalizando mais de R$ 750.000,00 em emendas para Constantina.