Home > Clientes > DOR E INCHAÇO NA MANDÍBULA PODEM SER INDICADORES DE SISO NASCENDO?

DOR E INCHAÇO NA MANDÍBULA PODEM SER INDICADORES DE SISO NASCENDO?

Os dentes sisos são os terceiros molares e normalmente acabam causando muita dor e desconforto quando estão na época de erupção, geralmente entre os 17 e 20 anos de idade. Apesar de sempre causarem dúvidas, as dicas para lidar com esse momento são simples e sempre apoiadas em um acompanhamento profissional. Conversamos com a dentista Silvia Murta para conhecer os principais indicadores dos sisos nascendo e quais cuidados podem ser tomados para evitar maiores desconfortos nesse momento.

Se você pensava que dor de um dente nascendo era um problema de criança, engana-se! Na fase adulta eles voltam a incomodar com o nascimento dos sisos

QUAIS SÃO OS SINAIS DE QUE OS SISOS ESTÃO NASCENDO?

Os principais sintomas da erupção dos sisos geralmente vêm acompanhados com dor, limitação de abertura bucal, edemas, que são inchaços causados pela retenção de líquidos nos tecidos, e até mesmo, em alguns casos, febre. Mesmo que o paciente possua espaço para o nascimento desses dentes, eles costumam causar esses incômodos.

DOR E INCHAÇO NA MANDÍBULA. O QUE PODE SER?

Na maioria das vezes, a dor e inchaço estão relacionadas com a inflamação local do dente. “O motivo da inflamação deve ser avaliado pelo profissional, pois ela pode ou não estar relacionada com a falta de espaço”, comenta Silvia. Vale ressaltar que é sempre importante consultar seu dentista para acompanhar de perto sua saúde bucal. Em muitos casos, é possível que o dentista já indique a extração dos sisos.

O QUE FAZER PARA AMENIZAR ESSE QUADRO?

Para um alívio imediato do quadro, geralmente, são prescritas medicações de ação local e sistêmica. Algumas precauções diárias, como evitar comer alimentos duros ou que exijam esforço na mastigação, e optar por alimentos mais moles, podem ser uma solução para amenizar as dores. Uma outra opção é colocar uma compressa de gelo no local da dor por 15 minutos, podendo ser repetida mais de uma vez ao dia. A dentista completa.“Os analgésicos, anti-inflamatórios e/ ou antibióticos são os mais indicados nessas situações, além disso, o paciente deve seguir de forma correta as orientações dadas pelo profissional que o consultou além das medicações”. Sempre lembrando que não se deve tomar medicações por conta própria.

NESSES CASOS, FAZER A CIRURGIA DE EXTRAÇÃO É INDICADO?

Para que ocorra a indicação cirúrgica da retirada dos sisos, o procedimento deve está diretamente relacionado com alguns fatores como inflamações recorrentes, inclusão dentária, dentes que não nasceram por falta de espaço, entre outros fatores que devem sempre ser avaliados por um profissional da área de odontologia. Se a extração for a melhor saída, o profissional irá indicar as preparações prévias e pós-procedimento. Fonte http://www.sorrisologia.com.br