Home > Religião > E aí, votou na Dilma ou no Aécio?

E aí, votou na Dilma ou no Aécio?

E agora o que dizer? O que fazer? Estamos todos cansados com as delações, com as corrupções, com a política, com os políticos, com a Odebrecht, com a OAS, com os sítios, com o triplex, com a JBS, com o PT, com o PSDB, com o PMDB, com o Lula, com a Dilma, com o Temer, com o Aécio. Meu Deus, como a lista é grande. Teria que citar muito mais gente. O fato é que estamos cansados com tanta conversa, com tantos processos da Lava-Jato, com tantos jornalistas falando, discutindo, ampliando notícias, falando o dia inteiro, tirando conclusões, dizendo o que vai e o que pode acontecer. É, estamos cansados. Mas afinal, quando vai acabar? Quando viraremos a página dessa história? Que lição ficará? Como será o final dessa novela? Quantos capítulos faltam?

Além desse cansaço de ouvir essas histórias, estamos cansados de ouvir opiniões. Todo mundo que falar alguma coisa. Alguns saem logo na defesa de uns e condenam outros. Alguns condenam a imprensa e defendem o partido. Outros defendem a imprensa, afinal, ela mostra o que é. Mas, poderia mostrar algo a mais do que é? Muitos defendem a Lava-Jato, dizendo que foi a melhor coisa que aconteceu. Outros dizem que os efeitos da Lava-Jato quebrou as empresas e o país. Outros dizem que são os “ladrões” que quebraram o país. Alguns defendem o Moro, outros criticam o Moro dizendo que ele é de um partido. Só quer perseguir o PT, defendem os partidários. Nunca aparece o PSDB, diziam. E agora que apareceu, o que vão dizer agora? Alguns defendiam o ministro Gilmar Mendes porque se colocava contra o PT. Ai, ele solta alguns presos e, imediatamente, passam a ser contra. Antes era bom, agora não é mais. Alguns falam mal da TV Globo, dizendo que é ela quem manipula tudo. Agora, que ela foi a primeira a divulgar as conversar contra Aécio e Temer, já dizem que ela desistiu do governo, para ver se ganha com o governo que virá. Perdeu a renda que ganhava com a propaganda de carnes, desistiu do governo. Uns dizem que é tudo culpa de um partido e de um governo. Outros dizem que há perseguição sobre uns, outros dizem que esses  perseguidos são ladrões mesmo. Até para o Tiririca sobrou. Ele que escreveu dizendo que aprendeu a ser honesto com sua mãe, agora o acusam de mentir, porque dizia: “vote no Tiririca, porque pior do que tá não fica”. Claro que a criatividade, a piada, o sarcasmo, etc, estão juntas nessa história.

Olha, a bagunça de opiniões e devaneios é generalizada. O fato de nosso cansaço também se soma a crise econômica que todos sofreram e sentem. O Brasil vai mal, as empresas ainda vão mal, as pessoas sentem no bolso toda essa crise. E essa questão deixa muita gente abatida e verdadeiramente cansada. Isso porque o que afeta mais as pessoas é o que as toca imediatamente. As pessoas querem e não querem protestar. Os diversos lados já foram às ruas. Agora precisa ir de novo? Se formos, o que mudará? Claro, a passividade não ajuda. O fato é que estamos cansados de ouvir, de falar, de ver, de sofrer e não temos muito claro o que é possível fazer para que essa “cambada de gente” envolvida decida largar o osso. E pior, trocamos por quem? Se a cultura do brasileiro tende a corrupção, quando teremos gente verdadeiramente séria? Vai demorar quanto?

Minha gente, estamos cansados. Só que diante disso precisamos enfrentar a vida. Junto à crise do Brasil, enfrentar as nossas crises. Junto às poluições por tantas notícias desagradáveis precisamos manter a alegria e o entusiasmo pela vida. Esse é o desafio! Precisamos continuar caminhando. Refazendo também o nosso jeito de ser e de pensar. Precisamos apreender com tudo isso. Ainda, temos que cuidar para não falar demais. Emitir opiniões sobre tudo e todos. Mais tarde perceberemos que também nós não estávamos tão certos assim, em defender um ou outro. E afinal, você votou na Dilma ou no Aécio? Ah, sim, talvez você ainda seja um iluminado que não se enganou.

Padre Ezequiel Dal Pozzo

[email protected]

www.padreezequiel.com.br